2 de junho de 2017

Sobre tudo, sempre sobre tudo

Não há definição do ser
Não há porquê
Só há instante e lembrança
Sentimento e convicção.
O beijo que ficou pra trás
Já não existe...
A vida que ficou pra trás
Existe agora em outro lugar.
A casa que se constrói
Ficará para abrigo
Para outros mil instantes.
Eu continuo sendo eu
Mas já sou outra...
Uma duplicidade
Uma alma em várias partes,
E em um coração,
E em um sentimento.
As minhas certezas há muito já se foram
As minhas verdades permanecem...
E entre elas
Eu sei
Que devo aprender,
Que devo aceitar,
Que devo amar,
E um dia voltar
Pro outro lugar.
Aquele para o qual
Somos aqui preparados.
A vida é uma só
Somos todos um.
Todas as verdades serão reveladas
Quando as dúvidas forem sanadas
Pelo sentimento de união e existência.

(Gláucia Minetto Martins)