29 de julho de 2016

Pausa-desabafo

estou vivendo muito ocupado
estou vivendo muito sem alma
e quando as coisas acontecem 
param o meu mundo.
eu desequilibro
eu não sei como agir
e desanimo.
estou cansado
de muitas formas possíveis
não sei se encontrei o colo certo para deitar
apenas queria parar de ter problemas com você...
você já me curou
das minhas neuras
das minhas marcas.
você me mostra que devo ser tolerante
mas depois tira o chão debaixo dos meus pés.
aí já não sei mais 
se devo continuar a tolerar
aprender com os teus e os meus erros
ou abandonar tudo outra vez
pra continuar o ciclo insosso 
que é você me pedindo perdão,
eu resistindo e me sentindo uma pessoa má
pra depois ser tudo em vão e eu perdoar,
e você me perdoar,
e quando eu achar que está tudo bem
algo acontece novamente.
eu quero ser feliz
talvez eu mereça mesmo ser feliz
mas às vezes parece ser com você
e às vezes não.
só sei que sinto meu coração duro
meus dias escorrerem pelas mãos
minha preguiça e indisciplina me corroendo
a vida chegando e partindo
eu preciso voar ou fixar os pés no chão?
vou me imaginar numa praia deserta
meditando, sentado na areia
sentindo o cheiro e ouvindo o barulho do mar
pra me reconectar com a natureza
superar os meus medos
as minhas mágoas e angústias
as minhas inseguranças
e voltar mais forte e calmo
pronto e renovado
saído do casulo
sentindo um novo ar nos meus pulmões
avistando novos e bons horizontes.

(Gláucia Minetto Martins)

Nenhum comentário:

Postar um comentário