5 de dezembro de 2015

Não sei, ninguém sabe, todos sabemos intrinsecamente

ninguém sabe ao certo o que é amar
pois não há receita
para cada um é de um jeito
para cada língua um sabor
cama aroma um floral ou amadeirado.
mas sempre há algumas coisas parecidas, é claro
companheirismo, por exemplo.
talvez por isso às vezes não sabemos
o que está acontecendo...
melhor nem pensar
ou pensar muito
a escolha é sua
o que vem depois
nem deus sabe
talvez nem o destino...
só você.
como é difícil decidir.
acontece que o amor está acima
de todos os níveis
é aquilo que é criado e permanece.
tem tantas fases e faces...
mesmos com pisadas na bola,
ainda amor.
às vezes não mais paixão
às vezes nunca paixão!
mas amor... amor
na essência da palavra
na calma do viver
do esperar sem esperar
do levar sem rotular.
que desafios
a vida nos dá!

(Gláucia Minetto Martins)

Nenhum comentário:

Postar um comentário