26 de junho de 2014

Morte e renascimento do amor


Elena amou Alfeu por muito tempo
Mesmo ela sendo deusa e ele mortal.
Deusa do amor, ela o venerava
E quando o tocava parecia absorvê-lo.
Entoava longos cânticos às estrelas
Em agradecimento à vida do amado.
Alfeu aceitava esse sentimento
Mas amá-la de volta, ele não conseguia.
Em noites quentes e estreladas
Deitados no porto, na beira do mar
Observavam os navios que chegavam e partiam.
Alfeu não sabia porque estava ali com Elena,
Mas estava...
Seus dedos dançavam por entre os longos cabelos loiros dela
E aqueles lábios vermelhos não fazendo nada além de cantar,
Enquanto os olhos corriam entre as estrelas e o rosto frágil de Alfeu.
Mas Elena um dia enxergou que seu amor não era correspondido
Ferida, ela partiu para ninguém sabe onde
Mas Alfeu e todos os homens sabem que ela morreu
Porque amor no mundo já não há.
Elena, mesmo sendo deusa, tão fraca, se perdeu...
Alfeu agora se martiriza porque a Elena não amou
E assim, parece que agora a ama...
Ela deixou nele seu legado
O amor divino e humano nele ainda vive
Por ela, em sua memória.
Alfeu construiu a Elena um memorial,
Mesmo querendo construir um templo.
Arquitetou um salão imenso
Das paredes caem leves tecidos,
Claros como os cabelos de Elena...
E no teto há estrelas num céu limpo e infinito.
Ele mesmo esculpiu o corpo dela no centro da sala.
Em seu coração, há o vazio da saudade
E no coração das pessoas que ali adentram há o vazio da falta de amor
Alfeu sabe que a ele cabe amar a todos
Mostrar o que se lembra dela
Para fazer a lembrança de Elena florescer.
O amor, ali, em várias formas, irá renascer...

(Gláucia Minetto Martins)

2 comentários:

  1. Deveras, estás te tornando escritora de épicos? Se sim, foi um excelente começo. Esses desencontros, comuns à poesia mitológica grega, são atrativos pelo propósito de ensinar verdades. Nem sempre se ama quando devido. Depois, fica uma dívida de amor que se procura pagar de alguma forma. Belo. Beijosssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Espero escrever mais poemas nesse estilo.
      Beijos!

      Excluir