24 de agosto de 2013

Treze


Deixa eu te contar
Os pensamentos que descobri
Quando te amei
Eu me encontrei de uma forma estranha
Estúpida, mas feliz
Eu quis morrer de amor
Eu quis te agarrar e te prender
Num canto seguro, onde ninguém te acharia
Eu quis te levar embora
Quis que você batesse na minha porta
Te esperei passar na calçada de casa
Peguei sua mão disfarçando
Brinquei de olho no olho
Quem perdesse o foco não venceria
E você sabia que era só pra poder te encarar
Porque meu dia não era nada
Sem os seus olhos escuros
Me olhando também
Deixa eu te contar
Que aqui, depois de uns anos
Você se perdeu na vida diferente da minha
Te encontrei com outro jeito e mesmo rosto
Mas tudo diferente...
Te vi, te quis, te compreendi,
Foi recíproco, acho eu
Mas tudo ficou com lembrança
A mais doce que alguém poderia me deixar...

imagem
(Gláucia Minetto Martins)


Nenhum comentário:

Postar um comentário