24 de julho de 2013

Danificado


Eu pensava que tudo estava bem
Que o seu mundo não estava desabando
E os seus passos estavam te levando pra casa
Mas agora eu descobri que você está quebrado
Que os meus medos são verdade...

Você não sabe mais onde é sua casa,
Quem te espera pra dormir e pra te amar
E agora perdeu também a sua identidade
Porque o seu próprio jeito te afastou
Daquilo que você mais gostava

O meu jeito, a minha casa e o meu amor
Sempre estiveram aqui, vivos, prontos pra você
Mas não recebi nada mais que o vazio de um sonho 
E palavras viciadas de alguém sem emoção

Vêm pra mim enquanto é tempo
Porque o pra sempre é muito grande pra esperar
Quem não sabe se vai poder oferecer
Tudo aquilo que anseia em receber...

(Gláucia Minetto Martins)

Nenhum comentário:

Postar um comentário