20 de julho de 2013

ainda haverá você, eu sei que restará você


eu não posso prometer que essa é a última vez
que escrevo sobre você
mas eu quero que seja...
já não me importa todo o tempo que passou
não faz mais sentido medir a minha insistência nos ponteiros
porque eu sei que nunca vai passar
e não quero carregar uma medida que não diz nada,
só ilustra minhas bobagens.
porque eu sei,
eu sei que o tempo passou e eu continuo aqui
e você continua aí levando essa sua vida incerta
mas feliz, eu acredito...
você tem as suas coisas
o seu mundo, a sua música
e outra pessoa nos seus braços
que nunca foram meus.
eu já pedi perdão por guardar tudo na minha cabeça
mas por mais que eu te liberte
ainda haverá você, em ecos no meu coração

(Gláucia Minetto Martins)

Nenhum comentário:

Postar um comentário