22 de junho de 2013

O que não é

Há músicas e poemas de amor 
Estampados em outdoors, faixas e vídeos
Mas você sabe que não pode se arriscar assim
Porque a resposta já está dada há muito tempo
E a queda seria dura de mais...

Você se lembra de cada passo
De cada momento inseguro ou feliz
Se lembrará para sempre
E algumas vezes vai sorrir.

Há cartas, rabiscos e souvenires
Guardados todos na memória e na gaveta
Mas não há nem haverá nada...
Há apenas o que somos
Seguindo tudo de olhos bem fechados
Com um pé no chão e outro no passado.

(Gláucia Minetto Martins)





Nenhum comentário:

Postar um comentário