22 de junho de 2013

Do outro lado


Não há nada de você em minha vida
Você me encontra no meio de tanta coisa
Não diz nada, apenas dá um sinal
Não respondo, espero um pouco.
Não sei nada do que é você
Um louco, um chato, um nojo
Mas aperto o play, então...
Seu rosto é sério e grave
E eu sei que você se segura pra não sorrir
Porque quer manter a pose intelectual.
Você apenas olha para a câmera
Sem dizer uma palavra
Apenas toca a música que criou 
E nem nisso eu presto atenção
Apenas vejo um rosto
Olhos que observam as cordas
E raramente me encaram do outro lado.
Quando o vídeo quase acaba
Eu expando a imagem
E a mim parece que te tenho aqui...
É território estranho
Mas você existe em algum lugar
E basta pensar que você é alguém 
Que toca violão. 

(Gláucia Minetto Martins)

Nenhum comentário:

Postar um comentário