8 de janeiro de 2013

Quando o mundo acabou

No dia em que o mundo acabou, fiquei pensando que naquele momento muitas pessoas estavam abrigadas em lugares considerados seguros, remoendo planos de sobrevivência arquitetados há muito, conforme vi uma vez, na tevê. 
Eu pensei em como, em qualquer situação, nós somos tão frágeis, e em como o medo vive em nós... Na maioria das vezes, indeterminado. Mas está lá, e nesse caso, estaríamos indefesos, e assim, a destruição, se realmente viesse, seria irremediável.
Mesmo não acreditando no fim, não pude deixar de pensar nas coisas que eu queria fazer, nas perguntas que não ultrapassaram a barreira dos meus lábios. Mas eu sabia que, se qualquer tempestade ou coisa parecida chegasse, eu correria para o abraço da minha família, porque posso ter limitado algumas vontades, mas é o amor é que importa, e este eu conseguira sentir e demonstrar.

(Gláucia Minetto Martins)

 "O que você estava fazendo quando o mundo acabou?"
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário