26 de dezembro de 2012

Os laços, a família


Em meio aos anos que passaram
me veio a saudade
que arrebata o peito.
A vontade de abraçar forte
de um jeito que nunca escasse.

Um abraço em que a força dos braços
seja equivalente à do coração
Que bate, transbordante de alegria
e amor à mais linda das alianças...
A família.

O amor presente na cumplicidade
Amizade, criada do nada
quando se é criança.
E desde então a relação de conforto
nessa presença especial
jamais acaba

Entristece-se a pensar
no quanto tem que se esperar
pelo próximo abraço
E promete-se com amor
que este será inesquecível
e na mente, infinito.

(Gláucia Minetto Martins)


2 comentários:

  1. Vengo del blog de Bruno Gaspari y me ha encantado tu Rincón; por lo cual, si no te importa, me gustaría ser seguidor de tan bello Espacio, que es el Tuyo.
    Um abraço.

    ResponderExcluir