11 de agosto de 2012

Contrastes: Dor


Não me importo
com mais nada
além disso aqui
Do meu choro
minhas lágrimas
que não cessam
não me deixam...

Não me importo
me importando
com a vida
As pessoas 
os pensamentos
que nos esquecem.

Eu quero parar
ser mais que isso
ver além

Preciso viver para sempre
nessa ilusão de apego
afago
amigos

Que eu não quebre jamais
essa teia que construí sobre meus olhos
que eu viva na esperança
no aconchego, no centro
desse ninho de dor

Não me pergunte
não se preocupe
apenas flutue
nessa nossa eternidade 
Dê-me o tempo...
Para esquecer

Nenhum comentário:

Postar um comentário