2 de maio de 2012

Um pouco de Sonata pra sua noite



Carta Para Dana


Dana, minha querida, eu estou escrevendo pra você.
Porque seu pai se foi, era um dia lindo
E eu não quero te incomodar mais,
Eu costumava acreditar que você voltaria
Agora não mais, Dana

Meu olhos podem ter me enganado, mas eu vi
A sua foto na capa de numa revista masculina
E eu acho que meu coração não pode suportar isso
Dana, minha querida, iria ser tão ruim.

Dana, minha querida, eu estou escrevendo para você.
Porque a sua mãe se foi, era uma dia muito chuvoso
E eu não pretendia mais te perturbar
Sua mãe desejava: venha visitar o túmulo do seu pai, Dana.

Seu pai te deserdou, porque você pecou
Mas ele realmente te perdoou, nas condições que ele se encontrava
E eu espero que você não faça mais essas coisas
Dana, minha querida, eu estou esperando.

Pequena Dana O'Hara oh Dana, minha querida
Como eu queria que a minha Dana estivesse aqui
Pequena Dana O'hara decidiu um dia
Viajar pra longe, muito longe

Não, você não pode mais me surpreender
Eu já vi tudo isto antes
Mas parece que eu não posso te deixar partir
Dana, Dana, Dana, Dana!

E eu acho que eu te falei, que eu esperaria você pra sempre
Agora eu sei que outra pessoa está com você,
Então, pela primeira vez na minha vida - eu tenho que mentir
Mentira é um pecado, confusão na qual estou,
Amor não é o sentimento que eu tenho agora
Eu te prometo: Não vou escrever de novo
Até que o Sol se ponha atrás de seu túmulo...

Dana, minha Dana, estou escrevendo para você
Eu ouvi que você se foi, era um dia bonito
Eu estou velho e sinto que o tempo vai chegar pra mim
As páginas do meu diário estão cheias de ti.

2 comentários:

  1. Nossa, Sonata Arctica é o máximo! Gostei do seu blog (achei pelo Texticulos Crônicos, que é outro blog que gosto.) Me intrigou o fato de você estar lendo o mesmo livro que eu. rs

    ...Curtindo a música. :)

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostou! Essa música sempre me faz viajar.
    Muito bem-vinda, espero sempre a sua visita.

    ResponderExcluir