14 de janeiro de 2012

A perda da essência




Não importa quão belo for, a banalidade sempre mata.

2 comentários:

  1. De acordo!
    E acabei de chegar em um blog chamado Toda Essência com o post A perda da essência. Curioso.

    ResponderExcluir