29 de outubro de 2011

Órbitas de Saturno


Me imaginei
Imaginei a nós
Vidas dançando na imensidão do espaço
Corpos movendo-se ao som do ritmo insistente
Sorrisos que se voltam às causas simples
Pessoas admiráveis
Ideias incompreensíveis
Ironias macabras
Horas absurdas
E segundos incomparáveis
Corpos boaindo pelos anéis de Saturno
Pensamentos em conserva dos anos vividos.
Somos em conserva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário