3 de junho de 2011

Socorro


Você riu
Riu do que deixou pra trás
Dessa ferida aberta, você riu.

Nada justifica a alma
Nada justifica a calma...

Por que nasceu?
Por que se foi?
E o meu porquê, onde é que está?

O meu sentido ficou pra trás,
Abandonado no fim dos meus temores...

E onde está você agora?
Cada detalhe está guardado
O seu rosto, o seu gosto
Minha chave
Minha chave para o céu.

Foto

Nenhum comentário:

Postar um comentário