20 de setembro de 2010

Constante

Quando tudo já caminha livremente ao acaso... no que você está se tranformando?
Quando os dias ficam vagos, e as horas secas correm e correm... no que você está se tranformando?
Quando os sonhos e sonhos do passado agora não existem.
Sua voz é calada pela melodia insistente dos tempos.
Você caminha rumo ao nada... seu lar é circunferência que gira, e gira, e gira...
Sísifo vem lhe fazer confidências.
E as migalhas não querem se reconstituir.


*Sísifo encarnava na mitologia grega a astúcia e a rebeldia do homem frente aos desígnios divinos. Sua audácia, no entanto, motivou exemplar castigo final de Zeus, que o condenou a empurrar eternamente, ladeira acima, uma pedra que rolava de novo ao atingir o topo de uma colina.

9 comentários:

  1. Oie, sou a Juliana do blog Rainha do Drama, obrigadah por me seguir, gostei do seu blog, sempre vou estar por aqui... Bjokas
    ;*

    ResponderExcluir
  2. Linda essa postagem, parabéns *-*

    ;*

    passa aki no meu, tem uma postagem linnnda !
    http://fersilverio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá... tudo bem?
    Vi seu Blog indicado no Orkut e gostei muito, de tudo.
    Estou virando seu seguidor, pois estarei sempre por aqui.
    Parabéns pelo trabalho e pelo bom gosto.
    Saudações,
    EDU (http://edurjedu.blogspot.com)
    Orkut http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=4691439143998052531

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante o blog. Parabéns
    Estou aqui retribuindo a vista.
    http://hell-boyy.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. retribuindo a visita, volte quando quiser e dizendo que gostei do que vi aqui, continuarei a ler... beijos no coração.

    ResponderExcluir
  6. nossa gláucia, lindo post!
    gostei muito mesmo, parabéns!
    grande abraço, lucas.

    ResponderExcluir
  7. concordo com o anônimo a cima HSUAHSUAHSUA :D

    ResponderExcluir