12 de setembro de 2010

Como um ciclo, Parte III - Evaporar


O vento começou a soprar impaciente.
As pessoas apressadas, surgem pela rua. Todos voltando para casa: horário de pico.
Uma criança puxada pela mãe atolou o pé numa poça grudenta na calçada. De nada sabiam.
As nuvens, impacientes, se agrupavam cada vez mais. O céu estava negro.
A tempestade caía rápida, pesada. Lavava o ar sufocante de fim de tarde.
A chuva perdurou, inabalável por horas e horas.
De manhã o sol retornava à sua rotina. Na calçada só restava a mancha do que fora o resto da garota. Evaporara.
Ela cairia, evaporaria. Inatingível retornaria.
Era um ciclo, era uma lenda.

Foto

3 comentários:

  1. Cara, muito bom esse texto... é de sua autoria mesmo né?

    Obrigado por me seguir ;D

    Seu blog tbm é mt bom! Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. É de minha autoria sim. Obrigada pelo elogio!

    beijo ;)

    ResponderExcluir
  3. adorei vc escreve muito bem!!!!!!!
    Amiga o q falar de vc? É uma pessoa criativa,divertida,maravilhosa,legal,e muito mais ...
    Parabéns!!!!
    Continue sempre assim !
    beijão xau
    karina!!!

    ResponderExcluir