24 de agosto de 2010

Olhares



Olhares precisam ser vividos; absorvidos pouco a pouco.

Casam-se com incertezas e emoções; com toques.
Olhares são lembranças, são por si qualquer pensamento.
Um olhar casa-se com a alma. É eterno, em cada ser.


Foto

16 de agosto de 2010

Felicidade

A felicidade não existe em si: única.
Qualquer pessoa é feliz.
A felicidade é um estado de espírito.
Você pode ter o que quizer, mas nunca estará permanentemente repleto de felicidade.
A felicidade é existir.
Talvez o grande "propósito" esteja acima de qualquer felicidade ou tristeza.

Foto

15 de agosto de 2010

Esvair-se

Ela corre. Corre de algo que nem mesmo tem conhecimento. Corre de tudo, corre de todos.
Devora tudo por onde passa: um amor, uma lágrima, uma casa, qualquer pedaço de concreto. Devora o mármore, a tinta, os tijolos, os pensamentos.
Devora, lentamente o papel, uma carta, uma lembrança.
Talvez esteja sentada em um lugar qualquer: em uma mesa de restaurante, a fumar um cigarro. Talvez em um jardim, a esmagar a grama entre os dedos frios. Ou ainda, à beira de um abismo, a caçoar da escuridão. Ignora seu olhar, pois é ainda mais forte que o medo da queda. É infinita.
Está presente em todo lugar, em toda fala, em todo passo. Penetra em qualquer mente, em qualquer espaço. Penetra na pele, a todo momento, e a definha... aos poucos.

Aliás, seu passatempo favorito: definhar.
Tudo definha, em um processo talvez... evolutivo?
Não há como escapar. Não há para onde correr. Talvez seja responsável pelo andar do universo.
Tudo passa, na lentidão das Horas.

13 de agosto de 2010

Agonia

Não sei como dizer
nunca soube me expressar
Pra quê tentar se agora tanto faz
já estou onde prometi nunca mais voltar.

De madrugada eu acordei
pensando em como vai ser
se você entender
Elaborei frases pra dizer
sei que não tenho nada a perder.

Tenho medo de que tudo acabe em um segundo
perdi tempo demais com o "platônico"
Mas algo me diz que posso esperar
que nada disso vai passar.

"Não vou perder essa chance"
penso nisso a todo instante
Mas acabo não falando tudo o que penso
Por medo.

Queria saber falar tudo de uma vez
queria fazer você entender
Parar no tempo e não precisar voltar tão cedo.
Tudo o que falei ou deixei de falar

o que fiz ou deixei de fazer
não foi tentando me desvencilhar.

Olho para o céu
a vida corre, minuto a minuto
e eu aqui no mesmo lugar
Sinto que há muito por descobrir
ainda tenho muito tempo.