9 de julho de 2010

Do momento, da matéria


Ando cansada de tudo, de todos. Nada mais tem importância, não existe mais ninguém.Sinto ser invisível, inflexível. Sinto estar andando na escuridão. Não existe nenhuma parcela de coragem para seguir em frente. É como se em pouco tempo eu tivesse vivido muitos e muitos anos, andando sem receitas, nem caminhos. Simplesmente caminhando rumo a não sei o quê.Posso ter um colo, um olhar... Mas nada vai resolver, pelo menos por enquanto.
É estranho... como se tudo tivesse perdido a graça assim, do nada.
A matéria já não tem importância nenhuma para mim. Quero algo que está aqui dentro, guardado em meio a alegrias e tristezas, amores e desamores, que habitam meu coração.
Eu sei que isso tudo é do momento, sei que daqui algumas horas eu vou sair, ver algum filme, esquecer dessa impressão ruim.
Mas também sei que sempre vou sentir isso, uma hora ou outra. É irremediável.
Só existe uma possibilidade. Só existe um "novo horizonte", uma nova "esperança", e essa esperança tem nome.
Olha, falei demais.






8 de julho de 2010

.

Me faz tão bem!

Passagem Para Ravena - José Ricardo Moreira




Diogo e Lívia não se conhecem. Foram procurados no momento que esperavam qualquer coisa, menos que suas vidas fossem virar de cabeça pra baixo.
Dois adolescentes perseguidos por um passado que até então não lhes pertencia, carregando um grande fardo, uma trajetória prestes a renascer.
O melhor do guerreiro medieval Dimitri, que viveu nas estepes russas há mais de oitocentos anos renasce em Diogo, um jovem de quinze anos, amante da química, do handebol, dos gibis e da música.
O melhor de Irina, esposa de Dimitri, também renasce nos dias de hoje, na adolescente Lívia, uma garota um pouco mais jovem que Diogo. Vive em seu próprio mundo, gosta de ouvir Cássia Eller e de conversar com seu ursinho Nuno.
Mas quando o destino nos chama é impossível escapar.
Eles precisam destruir os parentais, seres que vieram de outro mundo, Ravena, para tomar posse de nosso planeta.
Dimitri e Irina os derrotaram, destruindo a passagem que os trazem de Ravena. O guerreiro errou em um único ponto: permitiu a sobrevivência de quatro dos seres: Tibério, Baal, Nepos e Calígula. Por vingança à morte de seu exército, Tibério matou Irina. E isso causou a ruína de Dimitri, o Guerreiro Sem Rosto.
Agora, em nosso mundo de pessoas más e máquinas loucas, os quatro banidos correm para reabrir a passagem que vai levá-los de volta à Ravena.
Querem desesperadamente voltar ao seu mundo, mas não sabem que isso não é possível. Só conseguirão trazer seus irmãos a esse mundo.
Dimitri e Irina, ou Diogo e Lívia (que nomes eram mais fortes agora?) precisam se unir novamente, e contarão com a ajuda do quinto parental, Cão, o mudo.
Formam um casal que nunca poderá se encontrar. Uma vida foi perdida, não correrão o risco duas vezes. Mas o futuro lhes guarda surpresas.
Com o poder dos medalhões oferecidos pelos hialinos, outros seres de Ravena, Diogo terá a percepção felina e a proteção de uma armadura poderosa. Lívia terá o poder de prevenir, remediar. Ajudará o guerreiro longe do campo de batalha, na segurança de seu quarto.
Diogo, Lívia e Cão: três solidões tão grandes quanto a solidão dos banidos.



Gláucia Minetto Martins.